PROCESSO DE FABRICAÇÃO
• A chapa de aço é enrolada por meio de uma operação continua de tal maneira que a emenda forme uma helicoide em torno do tubo;
• O processo de soldagem de formação do tubo é feita pelo processo de solda por arco submerso contínuo (interna e externa);
• As extremidades serão de acordo estabelecido na ordem de compra;
• Para o teste hidrostático o tubo deve ser limpo, removendo toda a sujeira, óleo e carepas de sua superfície.

ASPECTOS
• Os tubos devem ter a seção transversal circular e espessura uniforme dentro das tolerâncias admissíveis;
• Os tubos devem ser praticamente retos à simples vista;
• Os tubos são cortamos automaticamente pelo processo de plasma, nos comprimentos padrões de 6 a 12 metros ou de acordo com a solicitação do cliente.

TOLERÂNCIAS
• Ovalização: Admite-se uma variação de 1% entre o maior e o menor diâmetro encontrado, medidos na mesma seção que deve ser localizada à distância superior a 100 mm da extremidade do tubo;
• Circunferência: O tubo deve ter sua seção transversal com uma circunferência que apresente variações com afastamentos de 1%, até um máximo de 19mm;
• Ortogonalidade: A tolerância na ortogonalidade é de no máximo 1% do tamanho nominal de afastamento do plano de boca em relação ao plano ortogonal medido na linha de parede do tubo;
• Angulo do Bisel: devera ser mantido uma tolerância de aproximadamente 5º se o tubo destina a solda no campo.

ENSAIOS E TESTES
• Teste Hidrostático: Será realizado em 100% dos tubos a pressão de 15kgf/cm²;
• Outros ensaios: mediante consulta.
Content Image
Content Image
Content Image