Santa Rita – Soluções Sustentáveis para Rejeitos de Mineração

Santa Rita - Soluções sustentáveis para rejeitos de mineração

O rejeito de mineração é o que sobra após o beneficiamento do material que é retirado da mina (minério lavrado). A maior parte da disposição de rejeitos da mineração mundial se faz por barragens de rejeitos, que também tem a função de reserva de água para o reuso na mina e/ou no beneficiamento.

Entretanto, existem outros sistemas de disposição de rejeitos, como em frentes de lavra já exauridas nas minas subterrâneas, em cavas exauridas de minas, por empilhamento a seco (método “dry stacking”), por disposição em pasta e filtragem para disposição a seco. 

A transformação destes rejeitos em novos produtos e coprodutos ainda é um desafio. Porém, o setor mineral brasileiro investe cada vez mais em pesquisas e inovações tecnológicas em busca de soluções para uma destinação econômica e sustentável destes rejeitos. A chamada economia circular seria uma alternativa que busca a transformação de rejeitos de mineração em novos modelos de negócios, gerando diversos benefícios socioambientais e econômicos. 

Lama para pavimentação de alta durabilidade desenvolvido pela Samarco; agrominerais pesquisados pelo Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM) a serem utilizados como remineralizadores de solos; e o projeto da Nexa que transforma todo o resíduo gerado em duas unidades da empresa em Zincal. Estes são alguns exemplos de coprodutos da mineração que podem beneficiar diversos outros setores industriais, como a construção civil e a agroindústria.  

A areia é o recurso natural mais explorado do mundo depois da água, com aplicações que vão de concreto e asfalto, à fabricação de vidro e chips para a indústria eletrônica. Nas últimas duas décadas a demanda triplicou devido à urbanização e ao crescimento populacional na Ásia e na África. Espera-se que em 2030 a demanda chegue a 50 bilhões de toneladas por ano. 

Após sete anos de pesquisas, a Vale desenvolveu uma solução que se torna uma fonte sustentável de areia e ao mesmo tempo reduz o volume de rejeitos gerados pela mineração. A areia sustentável é um coproduto do processamento de minério de ferro. 

“A Vale já investiu cerca de R$ 50 milhões e fez parceria com mais de 40 organizações, entre universidades, centros de pesquisa e empresas nacionais e estrangeiras, para estudar aplicações para o material proveniente do processamento do minério de ferro”, explica André Vilhena, gerente de Novos Negócios. “Nosso objetivo é inovar para tornar a mineração mais sustentável e inteligente, promovendo a economia circular e beneficiando a sociedade”.

Um estudo feito pelas Universidade de Queensland e Universidade de Genebra, publicado em abril deste ano, aponta que a areia sustentável pode contribuir para solucionar duas importantes questões ambientais, ao reduzir tanto a extração de areia do meio ambiente como a geração de rejeitos de mineração. O estudo teve contribuição da Vale, que cedeu amostras da sua Areia Sustentável produzida na mina de Brucutu (MG) para que as universidades fizessem uma análise independente do material.

Os pesquisadores apontaram que, da perspectiva técnica, a areia das operações de minério de ferro pode ser um substituto direto da areia extraída do meio ambiente na fabricação de tijolos, na pavimentação asfáltica, em aterros, e na manufatura de cimento. Quando mesclada com areia mais grossa e outros agregados, pode ser utilizada na produção de concreto e argamassa, drenagem e melhoria do solo, e tratamento d’água. 

Somente em 2021 a Vale comercializou e doou cerca de 250 mil toneladas de areia. Cada tonelada de areia produzida representa uma tonelada a menos de rejeito sendo disposta em pilhas ou barragens. A previsão é destinar um milhão de toneladas em 2022 e chegar a dois milhões de toneladas em 2023. O reaproveitamento desse material reduz a disposição em barragens e está alinhado ao esforço da empresa para evitar rompimentos como o de Brumadinho.

Para transportar os rejeitos de minério durante os processos de beneficiamento e até mesmo em algumas etapas da produção dos produtos derivados, é importante que se utilizem tubulações resistentes e fácil mobilização, uma vez que as localizações são remanejadas com frequência. Exemplo são as tubulações em aço carbono com costura helicoidal fabricados pela Santa Rita, elas possuem alta robustez (especialmente se forem revestidas com borracha natural ou poliuretano) e utilizam o método de união por acoplamentos S10, o que proporciona facilidade e agilidade na montagem.

Fontes:

Portal da Mineração

Santa Rita Soluções Tubulares

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Mais Posts:

Santa Rita - Artigos - Polpa de Minério em Tubos Helicoidais Revestidos

Polpa de Minério em Tubos Helicoidais Revestidos

Pelo fato da polpa constituir um fluido altamente abrasivo, os tubos helicoidais em aço precisam receber uma camada de revestimento interno para que resista ao longo do tempo e não sofra desgaste precipitado, resultando em vazamentos e paralizações não programadas.

Santa Rita - Artigos - Inovações no Setor Mineral

Inovações no Setor Mineral

A mineração tem se tornado cada vez mais conhecida como sendo uma indústria de grandes evoluções tecnológicas. A lembrança de uma atividade arcaica e rudimentar tem dado lugar à imagem de processos produtivos mais sustentáveis, tecnológicos, com melhores índices de produtividade, melhores relações com as comunidades em seu entorno e responsável com relação à preservação socioambiental.

Santa Rita - Artigos - Adutora de Tubo Helicoidal

Adutora de Tubo Helicoidal

As adutoras são tubulações que constituem o sistema de abastecimento de água, as quais interligam o local de captação às estações de tratamento, reservatórios ou origem indicada no projeto. As adutoras podem ser classificadas a partir das seguintes características: tipo de energia utilizada (gravidade, recalque ou mista); modo de escoamento (livre, forçado ou misto); além do tipo de água que transporta (bruta ou tratada).

Santa Rita - Artigos - Tubo Helicoidal para Ar Comprimido

Tubo Helicoidal para Ar Comprimido

O transporte de ar comprimido é tarefa que exige alta responsabilidade por parte dos engenheiros, projetistas e instaladores, uma vez que pressões de trabalho elevadas são utilizadas na operação e uma falha na tubulação pode ocasionar severos danos à vida e ao patrimônio.

Santa Rita - Artigos - Dragagem com Tubo Helicoidal

Dragagem com Tubo Helicoidal

A técnica de Dragagem consiste na limpeza, desassoreamento, alargamento, desobstrução, remoção, derrocamento ou escavação de material do fundo de rios, lagoas, mares, baías e canais, tendo como objetivo aprofundamento, manutenção, controle ambiental ou mineração do local. Já a linha de sucção permite extrair e transportar os fluidos de sua fonte, sendo realizada pelo funcionamento de bombas ou pela gravidade. Os dois sistemas possuem sempre a responsabilidade do ecossistema e segurança dos envolvidos como premissas fundamentais.

Santa Rita - Artigos - Transporte de Água Pluvial com Tubo Helicoidal

Transporte de Água Pluvial com Tubo Helicoidal

As redes para drenagem de água pluvial são sistemas capazes de receber e transportar água da chuva por meio de tubulações, conduzindo-a ao destino apropriado para evitar acumulo em áreas potencialmente arriscadas. Estas tubulações são equipamentos públicos ou privados, cujo objetivo é integrar obras de infraestrutura para que a operação do empreendimento ocorra de forma segura e durável.