Santa Rita – Tubulações Galvanizadas Unidas por Acoplamentos

Santa Rita - Tubo Galvanizado Unido por Acoplamento

Adutoras galvanizadas são comumente utilizadas em projetos de irrigação ou para transporte de águas pluviais em viadutos, indústrias e edifícios. No entanto, esta aplicação tem se mostrado efetiva também em tubulações emergenciais que suprem a crise hídrica brasileira.

Sabe-se que a seca é um problema que se estende há décadas e gera inúmeras deficiências socioambientais, trazendo um baixo IDH e sofrimento às famílias que vivem nestas condições, além de desenvolvimento nulo da região afetada. Oferecer soluções duráveis, rápidas e com custo/benefício vantajoso – como as adutoras emergenciais galvanizadas – ultrapassa uma simples relação comercial entre compra e venda de produtos. Entra a questão social e humanitária, ao saber que por causa destas tubulações, pessoas são salvas da sede e da fome, podendo viver com maior dignidade.

As dimensões usuais para estes tubos de aço variaram nos diâmetros de 273mm até 622mm com espessuras de 2,00mm até 4,75mm. E, segundo a Norma ABNT-NBR 6323, com camada média da galvanização de 70µm.

A escolha do sistema de tubos helicoidais em aço, galvanizados e unidos por acoplamentos oferece benefícios técnicos, operacionais e econômicos, uma vez que durabilidade, resistência mecânica, facilidade na montagem, agilidade na entrega e baixo custo de aquisição e manutenção são pontos essenciais para êxito do projeto.

Galvanização a Fogo

100% das tubulações de aço precisam ser galvanizadas através do processo de imersão a quente, onde o fato da peça ser revestida interna e externamente traz propriedades para o prolongamento de sua vida útil, pois proporciona proteção tanto do fluido, quando do ambiente.

A escolha da galvanização considera os seguintes pontos:

Resistência ao ambiente externo: As tubulações galvanizadas normalmente são instaladas em ambientes desabrigados, onde sua taxa de corrosão é normalmente linear com o tempo de exposição. Estudos comprovam que a velocidade de corrosão atmosférica do zinco em atmosferas desabrigadas pode resultar em uma durabilidade de 35 a 350 anos, considerando uma camada de 70µm. (2 a 0,2 µm/ano). No entanto, cada projeto possui particularidades que dependem de variáveis e avaliações para definir sua vida útil.

Resistência ao fluido transportado: Questão extremamente importante quando se trata de tubulações é adequar o revestimento ao tipo de fluido transportado, para que a operação do equipamento permaneça de forma plena pelo período previsto.

Durabilidade: A expectativa de vida de tubulações galvanizadas perdura por décadas, desde que sejam mantidas as composições químicas do fluido transportado e a atmosfera especificada.

Velocidade de aplicação: Como o processo de galvanização ocorre em minutos e sem depender de condições climáticas, a instalação final da tubulação é agilizada substancialmente.

Custo/Benefício: A galvanização a fogo possui custos competitivos se comparados a outras modalidades de revestimento, pois adota matérias primas em larga escala e processo produtivo enxuto. O transporte até o canteiro de obras dos tubos galvanizados não requer expensas adicionais, eliminando a necessidade de correções em campo. O fato de proporcionar durabilidade, proteção e vida útil expressiva faz da galvanização o melhor custo/benefício ao longo do tempo.

Custo menor de manutenção: Mesmo que a galvanização, em alguns casos, tenha um valor superior a outras alternativas de revestimento para transporte de fluidos, seu custo de manutenção ao longo do tempo é baixo e isso se acentua positivamente à medida em que as tubulações estejam instaladas em áreas afastadas e isoladas.

Preservação ambiental: Normalmente, por percorrer quilômetros de regiões não habitadas, em meio a natureza e, em alguns casos, cruzando Áreas de Preservação Permanente, o revestimento não pode possuir substâncias voláteis, tóxicas ou que, de alguma forma, prejudicam o meio ambiente. Característica esta que a galvanização não possui.

União por Acoplamentos

Além das vantagens da galvanização, outras questões são significativamente relevantes de destacar quando se soma o tubo galvanizado à união por acoplamentos mecânicos S10 ou S20 que seguem a norma AWWA C-606.

Proteção do revestimento: Como a união neste sistema ocorre sem o uso de solda, o processo é totalmente simples e limpo de realizar. Sendo esta, uma questão fundamental para que a integridade do revestimento seja mantida, não necessitando métodos especiais ou correções em campo.

Fácil manutenção do revestimento: Pelo fato da tubulação, na maioria dos casos, ser aérea, a manutenção ao longo dos anos pode ser feita sem grandes desgastes operacionais e a custos inferiores.

Mobilidade: A galvanização proporciona durabilidade da tubulação por décadas. E, na medida em que os acoplamentos são fáceis e ágeis de se instalar, a adutora pode ser removida ou realocada a outras regiões de acordo com necessidades pontuais ou mesmo sazonalidades.

Todas estas especificidades são plenamente contabilizadas no payback do investimento, tornado extremamente vantajoso o uso dos tubos helicoidais galvanizados em associação aos acoplamentos S10 e S20. A Santa Rita trabalha com tecnicidade, coerência e seriedade para garantir excelência no produto, vida útil e retorno do investimento aos seus clientes.

Referências Bibliográficas:

  • ABNT NBR-6323 – Galvanização por imersão a quente de produtos de aço e ferro fundido (2015).
  • AWWA C-606 – Grooved and Shouldered Joints
  • C. J. Slunder e W. K. Boyd, Zinc: Its Corrosion Resistance, Zinc Institute Inc., New York, 1971.
  • E. Mattson, Tek. Tidskr., 98: 767 (1968).
  • ISO 1461:1999 “Hot dip galvanized coatings on fabricated iron and steel articles – Specifications and test methods”, International Organization for Standardization (ISO), Geneva, Switzerland.
  • Pannoni, Fabio Domingos – Princípios da Galvanização a Fogo
  • Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental: Composição Química de Águas do Cristalino do Nordeste Brasileiro, v.3, n.1, p.11-17, (1999)
  • T. Biestek e J. Niemec, Proc. Inst. Mech. Precyz., 14(2): 38 (1966).

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Mais Posts:

Santa Rita - Artigos - Polpa de Minério em Tubos Helicoidais Revestidos

Polpa de Minério em Tubos Helicoidais Revestidos

Pelo fato da polpa constituir um fluido altamente abrasivo, os tubos helicoidais em aço precisam receber uma camada de revestimento interno para que resista ao longo do tempo e não sofra desgaste precipitado, resultando em vazamentos e paralizações não programadas.

Santa Rita - Artigos - Inovações no Setor Mineral

Inovações no Setor Mineral

A mineração tem se tornado cada vez mais conhecida como sendo uma indústria de grandes evoluções tecnológicas. A lembrança de uma atividade arcaica e rudimentar tem dado lugar à imagem de processos produtivos mais sustentáveis, tecnológicos, com melhores índices de produtividade, melhores relações com as comunidades em seu entorno e responsável com relação à preservação socioambiental.

Santa Rita - Artigos - Adutora de Tubo Helicoidal

Adutora de Tubo Helicoidal

As adutoras são tubulações que constituem o sistema de abastecimento de água, as quais interligam o local de captação às estações de tratamento, reservatórios ou origem indicada no projeto. As adutoras podem ser classificadas a partir das seguintes características: tipo de energia utilizada (gravidade, recalque ou mista); modo de escoamento (livre, forçado ou misto); além do tipo de água que transporta (bruta ou tratada).

Santa Rita - Artigos - Tubo Helicoidal para Ar Comprimido

Tubo Helicoidal para Ar Comprimido

O transporte de ar comprimido é tarefa que exige alta responsabilidade por parte dos engenheiros, projetistas e instaladores, uma vez que pressões de trabalho elevadas são utilizadas na operação e uma falha na tubulação pode ocasionar severos danos à vida e ao patrimônio.

Santa Rita - Artigos - Dragagem com Tubo Helicoidal

Dragagem com Tubo Helicoidal

A técnica de Dragagem consiste na limpeza, desassoreamento, alargamento, desobstrução, remoção, derrocamento ou escavação de material do fundo de rios, lagoas, mares, baías e canais, tendo como objetivo aprofundamento, manutenção, controle ambiental ou mineração do local. Já a linha de sucção permite extrair e transportar os fluidos de sua fonte, sendo realizada pelo funcionamento de bombas ou pela gravidade. Os dois sistemas possuem sempre a responsabilidade do ecossistema e segurança dos envolvidos como premissas fundamentais.

Santa Rita - Artigos - Transporte de Água Pluvial com Tubo Helicoidal

Transporte de Água Pluvial com Tubo Helicoidal

As redes para drenagem de água pluvial são sistemas capazes de receber e transportar água da chuva por meio de tubulações, conduzindo-a ao destino apropriado para evitar acumulo em áreas potencialmente arriscadas. Estas tubulações são equipamentos públicos ou privados, cujo objetivo é integrar obras de infraestrutura para que a operação do empreendimento ocorra de forma segura e durável.